Zelensky critica esforços do Ocidente

“As sanções que os Estados Unidos, a União Europeia e os seus parceiros impuseram à Rússia não influenciaram a posição de Moscovo sobre a Ucrânia”, admitiu o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky numa entrevista publicada no Financial Times (FT), e referida pela agência russa Interfax em nota de 7-6-2022.

Embora as sanções tenham desferido um golpe na economia russa, elas “não influenciaram realmente a posição russa”, disse Zelensky.

Zelensky criticou inclusive a forma como o Ocidente está a seguir a sua política de sanções, dizendo que os países “estão a apoiar a Ucrânia, mas também a testar o que pode ser feito para enfraquecer as sanções de modo a que as empresas não sofram”.

Falando dos combates na Ucrânia e dos objetivos de Kiev, Zelensky insistiu que “a vitória deve ser alcançada no campo de batalha“. Ao mesmo tempo, disse que não se opunha a conversas face a face com o presidente russo Vladimir Putin, segundo o FT.

Mais uma vez, o líder ucraniano pediu aos países ocidentais que o ajudassem: “Somos inferiores em termos de equipamentos e, portanto, não somos capazes de avançar”.

“Vamos sofrer mais perdas e as pessoas são a minha prioridade.”

Zelensky criticou alguns dos aliados da Ucrânia que pedem um cessar-fogo na Ucrânia sem discutir os respetivos termos com Kiev.

“Como podemos alcançar um cessar-fogo no território da Ucrânia sem ouvir a posição deste país? Isso é muito surpreendente.”

Partilhar

Latest comment

  • “Como podemos alcançar um cessar-fogo no território da Ucrânia sem ouvir a posição deste país? Isso é muito surpreendente.”
    lol
    Nem anda a dormir, nem é imbecil, apenas mais um útil… pode ser que um dia descubra…

deixe um comentário