Tiquinho no fubá

image_pdfimage_print

”Todos agora 
Pulam ali,
Saltam aqui, 
Comendo sempre o fubá 
Saltando de lá para cá.”

Letra: Aloysio de Oliveira e Eurico Barreiros.Música: Zequinha de Abreu. 1917.

A Proposta de Lei 113/XIV/2 de transmutação do Ticão (Tribunal Central de Instrução Criminal) no Tiquinho está em tramitação legislativa.

Um parto serôdio: a criança já vem com cabelo ao jeito e dentes… de leite. Já tem cueiros, apertados para não espernear muito, alcofa para ser embalada, um barrete para cobrir a careca, biberão para chuchar e várias amas. Se os meninos não forem muito irrequietos e chorões, e as amas continuarem obedientes, recebem todos as prendas e broas: assessorias com fartas ajudas de custo, descanso futuro no ábaco, deferência, proteção, favores… Por seu turno, enquanto a criança medra e as amas velam, os progenitores um, dois e etc., ganham noites tranquilas e livres para a brincadeira picante em que se viciaram.

É fartar, corrupção!


António Balbino Caldeira
Diretor

Partilhar

Sem comentários

deixe um comentário