Texas: frio congela eólicas

No dia 14-02-2021, metade da capacidade de produção de energia eólica do estado do Texas, EUA, ficou fora de serviço devido ao congelamento de turbinas causado por muito baixas temperaturas, segundo notícia da Reuters de 15-2-2021.

O aumento do consumo motivado pelas baixíssimas temperaturas e a diminuição da produção de energia por congelamento de muitas turbinas eólicas, levaram a operadora da rede de energia, a ERCOT, a ter de apelar aos consumidores para reduzirem consumos.

“Estamos a lidar com interrupções de geração acima do normal devido a turbinas eólicas congeladas e ao fornecimento limitado de gás natural disponível para unidades geradoras”, disse aquela operadora. Dos 25 GW de potência eólica instalados no Texas, ficaram fora de serviço 12 GW “devido ao evento climático de inverno que enfrentamos no Texas”, disse a porta-voz da ERCOT, Leslie Sopko.

A energia eólica é a segunda maior fonte de energia no Texas, tendo representado 23% da produção de energia do estado no ano passado, atrás do gás natural, que representou 45%, de acordo com dados da ERCOT.

Uma massa de ar gelada do Ártico estendeu-se para o sul muito para além das áreas acostumadas ao frio extremo, com avisos de tempestade de inverno publicados em grande parte da região da Costa do Golfo, Oklahoma e Missouri, segundo declarações do Serviço Meteorológico Nacional dos EUA.

A pedido do governador Greg Abbott, o presidente Joe Biden, numa declaração federal de emergência feita a todos os 254 condados do estado, autorizou diversas instituições estadunidenses a coordenar a ajuda humanitária contra o mau tempo no Texas.

De acordo com o serviço meteorológico, esta situação de frio intenso na região, com neve e chuva fria, deverá continuar por mais tempo.


José Leite

Partilhar

Sem comentários

deixe um comentário