Fontes das autoridades norte-americanas e do setor de gás dizem que o governo dos Estados Unidos conversou com várias empresas internacionais de energia sobre planos de contingência para o fornecimento de gás natural à Europa se o conflito entre a Rússia e a Ucrânia interromper