De acordo com Trump, se fosse ele a lidar com Putin, ter-lhe-ia respondido nos mesmos termos que a Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte, quando lhe disse que tinha um botão vermelho sobre a sua secretária.

Em nome da vida, é urgente prestar toda a ajuda humanitária à Ucrânia, é urgente não alimentar a guerra, é urgente cortar os laços com a Rússia, cujo líder já deu sinais evidentes de demência. E é absolutamente vão tentar chamar um louco à razão

O povo bem aconselha que não vá o sapateiro além da chinela, mas como resiste “X” a um microfone que lhe permite aparecer na televisão, em pose catedrática e babada, a debitar soundbites que ele acredita inéditos e inteligentes, sobre as massas ignaras?