image_pdfimage_print

É impossível contar todas as palavras que circulam no mundo, elas são infinitas como os grãos de areia do deserto. Podem ser odiadas e amadas como os seres humanos, porque têm os mesmos defeitos e virtudes: podem ser falsas ou verdadeiras, hipócritas ou sinceras, credíveis,