Todo e qualquer investimento tem que ter retorno, e armazenar energia não corresponde à criação de nada, pelo contrário, há energia que se perde no processo. Assim, o investimento em armazenamento só pode ser pago com o aumento do preço de venda da energia.

Era evidente: se carregassem sobre as pessoas, estariam a dar razão ao juiz, que posaria de defensor dos direitos individuais. Assim, fizeram com que perdesse aparentemente a razão, tendo sido facilmente descredibilizado como sobranceiro e louco.

No que toca às promessas climáticas dos restantes países que os membros do G7 e G20 e a ONU pretendem ver renovadas e atualizadas na reunião de novembro de 2021 na Escócia, tratando-se de países pobres como Portugal, ou mais pobres ainda, essas promessas servem

Uma perguntinha inconveniente ao primeiro-ministro: Qual a lógica de uma transição climática (leia-se combate ao CO2 por causa das alterações climáticas), numa altura em que a pandemia provocou uma drástica redução da emissão de CO2? O vírus não fez já o trabalho que quer fazer com

Conta-se, numa reprise moderna de uma lenda antiga, que o rei D. Marcelo foi informado sobre as ações de caridade da rainha D. Antónia para salvar bancos, nacionalizar empresas, sustentar malandros, investir na transição energética, climática e digital, e custear as despesas que implicavam para