A África do Sul, um dos poucos países de África seriamente afetados pela Covid-19, com quase metade das mortes do continente africano, já saiu da segunda onda da doença mas ainda só vacinou 0,45% da população até 1-4-2021, dia em que Israel já tinha 55%