Portugal lidera combate ao “flagelo” climático

O deputado socialista Hugo Pires, candidato do PS à Câmara Municipal de Braga, na qualidade de membro da Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, disse, em declarações à Agência Lusa (publicadas em 21-4-2021) que foi alcançado na União Europeia (UE) “um acordo fundamental para o combate às alterações climáticas“, durante o primeiro semestre de 2021, sendo o mérito deste acordo da presidência portuguesa do Conselho da UE.

Destas declarações, regista-se que:

  • as alterações climáticas são já retoricamente apelidadas de “flagelo“;
  • Portugal está na frente do combate ao flagelo;
  • o objetivo do combate é a “neutralidade climática“, que é preciso dar um sumiço ao carbono;
  • o flagelo carece de um “Conselho Científico Consultivo Europeu para as Alterações Climáticas”, composto por 15 especialistas científicos seniores de diferentes nacionalidades;
  • o clima deve submeter-se a uma Lei do Clima ditada pelo Acordo de Paris;
  • as emissões têm que passar a ser negativas depois de 2050;
  • a UE, com Portugal à cabeça, quer apresentar-se como líder do combate ao flagelo climático na Cimeira sobre o Clima, que decorre nos EUA desde 22-4-2021.

Partilhar

Latest comments

  • A vigarice por um dos seus mais insignes expoentes.

  • “…o clima deve submeter-se a uma Lei do Clima…”
    lol lol… ……….

deixe um comentário