Plante que o João garante!

Segundo afirmou o ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Soeiro Matos dos Santos, vide notícia de 23-2-2022 do JN, a subida dos preços do gás e da eletricidade é inevitável, face à conjuntura internacional, nomeadamente a situação de guerra na Ucrânia – e as sanções de parte a parte dos envolvidos no conflito, acrescento meu.

Uma guerra que já se adivinhava há muito tempo e que, como outras guerras passadas, têm, além de motivações políticas, militares e outras, uma componente económica e respetivas consequências para as pessoas.

Face ao encerramento “sensato” e prematuro das nossas centrais a carvão e à situação de seca que não permite produzir energia hidroelétrica, ocorre-me aconselhar o nosso ministro Matos Fernandes e o governo a mandar plantar mais eólicas e solares para não ficarmos às escuras e a passar fome, sem o trigo e o gás russos na Europa! “Plante que o João garante!”, como diria o famoso humorista brasileiro Jô Soares.

Claro que se trata de ironia, porque as energias intermitentes não conseguem substituir as fósseis ou outras e nós nem nuclear temos…


Henrique Sousa

Partilhar

Written by

Sub-diretor do Inconveniente

Latest comment

  • Os oligarcas conspiram, especulam, decidem. Os povos, invariavelmente, sofrem, pagam o preço.

deixe um comentário