Passaporte sanitário europeu?

A Comissão Europeia discutiu hoje, 25-2-2021, a obrigatoriedade de exigir um Certificado de Vacinação Covid-19 aos cidadãos que queiram circular entre os Estados europeus neste verão, de acordo com o relato da Deutsche Welle.

A questão surge no momento em que alguns agentes económicos pressionam para que as limitações à livre circulação sejam levantadas com urgência. Os países que mais ativamente defendem a criação do “Passaporte de Vacinação Covid-19” são a Espanha e a Grécia, preocupadas com a proteção da atividade turística nos seus países. 

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, e Manfred Weber, líder da bancada conservadora do Parlamento Europeu, são outros dois entusiastas desta ideia. Este último sugeriu a emissão imediata do certificado quando o cidadão é vacinado para evitar demoras e procedimentos administrativos adicionais. Entretanto, a Grécia anunciou que estabeleceu um acordo bilateral com Israel para vacinar a sua população mais rapidamente que os restantes Estados europeus.

Os países que manifestaram mais reservas sobre esta proposta, até ver, são a França e Alemanha. Os representantes destes dois países temem que esta medida resulte numa obrigatoriedade de vacinação, o que potencia uma forma de discriminação e quebra de direitos dos cidadãos.

Em Portugal reina o silêncio sobre este tema. Contudo, António Costa foi um dos primeiros-ministros que esteve em linha na reunião, conforme foto que ilustra este artigo.


Paulo K. Moreira
(Editor de Saúde do 𝘐𝘯𝘤𝘰𝘯𝘷𝘦𝘯𝘪𝘦𝘯𝘵𝘦).

Partilhar

Latest comment

  • Há uma lenda que conta que no século passado um povo foi obrigado a usar uma estrela de 5 pontas para poder circular num determinado país, se não usasse seria no mínimo espancado e com muita sorte não iria para um campo de concentração, mais tarde acabaram todos por ir excepto os que se safaram, ou foram assassinados hoje, o governo do povo escolhido decide que o seu povo é obrigado a ser cobaia, chamam a isto de holocausto também. Não há provas que os óbitos em Israel tenham uma curva diferente da África do Sul, de Portugal, da Palestina, da Suécia e estes têm tantos vacinados como Portugal e a Suécia não confinou. Portanto, há os negacionistas e os seguidores de Gates esse grande filantropo e Zuckerberg também judeu. Mas Deus só há um, o Deus da verdade. Para entrar no seu reino não é preciso passaporte, nem estrela de David. Assim vai à loucura dos homens e a sua vaidade, espera-se que este PM de Israel e os outros e conselheiros, não tenha conflito de interesses pessoais com a Big Pharma. Sancta simplicitas! Gritou Martinho na fogueira quando uma velha marreca atirou um graveto para a fogueira que já bem ardia, não atirem mais gravetos, S.F.F

    REPLY

deixe um comentário