O CO2 é fonte de vida

Os “projetos de captura e armazenamento de carbono”, de que já falámos noutro artigo a propósito da falta de água que podem provocar, visam retirar CO2 da atmosfera e armazená-lo no sub-solo. Trata-se de uma ideia peregrina e bastante ingénua inspirada na teoria do aquecimento global antropogénico. O raciocínio em que se baseia é de um primarismo atroz.

O CO2 é responsável pelo efeito de estufa que faz aquecer o planeta, aquecimento que se supõe poder trazer consequências catastróficas para a humanidade. Então, decidiu o poder: vamos capturar e prender o culpado, o CO2!

Parece que esta ideia não foi escrutinada suficientemente porque o armazenamento de CO2 não é só o armazenamento de carbono, é também o armazenamento de oxigénio. Ambos são essenciais à vida, mas a principal fonte de oxigénio é o próprio CO2 através da fotossíntese das plantas. Se capturarmos e armazenarmos CO2, a quantidade de oxigénio no ar vai ser menor.

O CO2 resulta da respiração dos seres vivos e da queima de compostos de carbono. Se há demasiado CO2 no ar, haverá mais “alimento” para as plantas e estas libertarão depois o oxigénio que, por seu lado, é o “alimento” dos animais. Níveis de CO2 mais altos vão favorecer sobretudo o reino vegetal, uma vez que o oxigénio que existe mantém-se sensivelmente o mesmo.

Ao usarmos o carbono que tiramos da terra sob a forma de carvão, gás ou petróleo, a sua queima vai retirar o oxigénio existente no ar (que é finito) e formar CO2. Esse oxigénio só pode ser libertado de novo pela fotossíntese, a grande fábrica de reciclagem do oxigénio.

O CO2 surgiu antes do oxigénio na Terra, sendo o oxigénio sintetizado pelas plantas – ele só existe na medida em que exista CO2. Por isso se pensa que o reino vegetal surgiu antes do reino animal, a partir de CO2 proveniente de emanações telúricas, que hoje ainda existem, e ainda bem. O CO2 deu origem à vida e é o seu sustento ainda hoje.

Armazenar o CO2 é, portanto, retirar o oxigénio da atmosfera. O carbono que se encontra armazenado na terra combina-se com o oxigénio da atmosfera e, se os projetos de captura e armazenamento de CO2 forem avante como parece que vão, vamos estar a enterrar o oxigénio junto com ele.

Se há demasiado CO2 na atmosfera, a única forma inteligente de nos livrarmos dele será separá-lo em carbono e oxigénio e enterrar só o carbono, deixando o oxigénio – sem o qual não sabemos viver. Isto equivale porém a tirar os combustíveis da terra e tornar a enterrá-los tal e qual, sem os queimar. Muito inteligente, não acham?… Pelo menos é mais inteligente do que enterrar o oxigénio…

São ações destas que levam as pessoas a imaginar e crer em teorias da conspiração: haverá a intenção de nos privar do oxigénio? Da vida?!…


Henrique Sousa
Editor de Energia e Ambiente do Inconveniente

Partilhar

Latest comments

  • Em rebanho, cantando e rindo!

  • Se colocar co² e O, em caso de incêndio florestal estaria criando uma grande bomba??? se for da maneira que pensei e acabar dessa forma ai, pode colocar tall coisa na terra e quando causar uma explosão (se causar, pois n sei, pq sou burro e n entendo sobre o assunto) poderia colocar a culpa em quem colocou fogo e n em quem colocou O ali, onde nem deveria ter oxigênio

Post a Reply to liberteen Cancel Reply