Nova Lei Seca pode durar anos

No passado dia 12-02-2021, em Espinho, a PSP aplicou uma coima de 200 euros a um homem que estava na casa de banho de uma padaria a comer e a beber, bem como outra coima de 2.000 euros ao proprietário do mesmo estabelecimento.

Segundo a Agência Lusa, este facto consta de um comunicado da PSP onde se refere que as coimas resultam da “inobservância das regras de funcionamento de estabelecimentos de restauração e similares. (…) Desta forma, foi levantado o respetivo auto de contraordenação por inobservância ao dever geral de recolhimento”.

Portugal continental está, desde o dia 15 de janeiro em confinamento geral, com os cidadãos sujeitos ao dever de recolhimento domiciliário, estando o comércio e a restauração encerrados, à exceção dos estabelecimentos de bens e serviços essenciais e serviços take-away.

Com o plano de vacinação em marcha muito lenta e o aparecimento de variantes do vírus da Covid-19 (RU, África do Sul, Brasil), a pandemia poderá ainda durar meses ou anos, até ao regresso à normalidade.

Não será de estranhar que casos como este comecem a ser ainda mais frequentes ou que, à semelhança do que aconteceu no princípio do século passado nos EUA com a imposição da Lei Seca, comecem a aparecer mais restaurantes e bares ilegais.

Partilhar

Sem comentários

deixe um comentário