Massacre

Portugal atingiu um novo recorde mundial por milhão de habitantes de infetados e mortos por Covid-19, superando a sua marca anterior. Morreram mais 293 pessoas, em Portugal, em 26 de janeiro, devido à COVID-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), de 27–1-2021. O número de diagnosticados nesse dia com a infeção subiu para 15.073.

Até anteontem, contando estes últimos dados, o país soma 668.951 infetados e 11.305 mortos.

O Estado adia uma reação proporcional ao massacre crescente dos portugueses pela COVID-19, especialmente dos mais velhos, como: substituição de dirigentes (primeiro-ministro, ministra da Saúde, diretora-geral da saúde), sala de comando e controlo da doença, utilização de hospitais privados, hospitais de campanha militares em reforço dos hospitais com capacidade esgotada, contratação especial de médicos e enfermeiros diplomados que se encontrem no País, normas de isolamento de funcionários de lares de idosos, apetrechamento dos hospitais com maior e melhor equipamento, pedido de ajuda internacional e intensificação da campanha de vacinação.


José Leite

Partilhar

Sem comentários

deixe um comentário