Maddie McCann: polícia encerra o caso

image_pdfimage_print

A polícia britânica vai encerrar o inquérito criminal ao desaparecimento de Madeleine (Maddie) McCann, noticiou The Sun, em 19-3-2022.

A menina inglesa de quatro anos vanesceu do apartamento de férias da Praia da Luz, no Algarve, na noite de 3-5-2007, onde os seus pais, Gerry e Kate, a deixaram sozinha com os seus dois irmãos de dois anos, enquanto jantavam com os amigos num restaurante do empreendimento.

Todos os suspeitos indicados pelo casal como raptores, através de agências de detetives e relações públicas, foram descartados sucessivamente pelas polícias. O casal lançou logo no início do caso uma grande campanha de defesa da sua inocência, de ataque a polícias e jornalistas e de filtração de pistas variadas do suposto rapto na comunicação social.

Os pais da menina foram constituídos arguidos pelo seu desaparecimento e depois livrados dessa condição. Não foram sequer acusados do abandono da criança.

O inspetor-chefe Gonçalo Amaral, responsável pelo caso na Polícia Judiciária, escreveu, em 2008, o livro “Maddie: A verdade da mentira”, no qual aponta os pais como suspeitos da sua morte acidental e ocultação do cadáver. Em 2021, o inspetor publicou o livro “Maddie: basta de mentiras”.

Partilhar

Sem comentários

deixe um comentário