Legislativas ’22: nova coligação promete proteger direitos e liberdades constitucionais

A coligação Estamos Juntos, que reunirá o PURP, o PPM e o movimento Cidadania XXI, está oficialmente formada e promete “restaurar Constituição e Estado de Direito Democrático”, nas palavras do advogado João César Machado.

Um dos cabeças de lista é Pedro Girão, pelo círculo eleitoral do Porto, médico especialista em anestesiologia que teve um artigo recentemente “despublicado” pelo jornal Público, crítico da gestão da pandemia e da vacinação pediátrica contra a COVID-19.

Em entrevista à CNN Portugal, Pedro Girão pretende que o seu movimento cívico, e agora político, dê “voz aos cidadãos que não se sentem identificados com as posições que vêm sendo tomadas pelos partidos políticos, pelos políticos em geral”, relativamente a áreas que transcendem a pandemia, “na área dos direitos, das liberdades e das garantias, que cremos que estão a ser progressivamente e sucessivamente violados”.

“Não teremos outra oportunidade de proteger a nossa Constituição e o futuro do nosso país, para que os nossos filhos possam viver a Liberdade que todos conhecíamos até 2020”, defende Nuno Félix no grupo recém-criado.

Os militantes começaram a campanha lançando hashtags nas redes sociais com o nome da candidatura #estamosjuntos.

Atualizado a 19-12-2021

Entretanto, o Tribunal Constitucional indeferiu, por três vezes, o requerimento apresentado pela coligação, alegando incumprimento de aspetos formais, como o envio de resposta via e-mail “fora do horário da secretaria”. Os partidos envolvidos manifestaram-se revoltados com a situação e o presidente do PURP acusa o tribunal de insensibilidade, falta de respeito pelas milhares de pessoas que se identificam com a candidatura e partidarismo. A coligação interpôs um recurso para tentar reverter a decisão.

Atualizado a 27-123-2021

Partilhar

Latest comments

  • 1º. Se a nova coligação «Estamos Juntos» promete proteger direitos e liberdades constitucionais isso é óptimo!!!
    2º. Está oficialmente formada e vai concorrer às «Legislativas 22»?
    3ª A coligação »Estamos Juntos» compromete-se a denunciar objectivamente a fraude pandémica imposta pelo INÚTIL teste PCR e requerer aos tribunais que os seus promotores sejam julgados e condenados?

    Neste caso, contem com a minha solidariedade e o meu voto nas próximas eleições legislativas.

    António José da Costa Maya

    • Juntem-se ao Chega e Aliança, para serem mais Fortes e conseguirem, Libertar Portugal das Garras desta Seita de DITADORES ..

      • Aliança? Nunca. O Santana Lopes está a pressionar pessoal da câmara para se picarem.

  • 𝐀𝐬 𝟏𝟎 𝐩𝐞𝐫𝐠𝐮𝐧𝐭𝐚𝐬 𝐚 𝐪𝐮𝐞 𝐨𝐬 𝐩𝐨𝐥𝐢́𝐭𝐢𝐜𝐨𝐬 𝐝𝐞𝐯𝐞𝐫𝐢𝐚𝐦 𝐭𝐞𝐫 𝐚 𝐜𝐨𝐫𝐚𝐠𝐞𝐦 𝐝𝐞 𝐫𝐞𝐬𝐩𝐨𝐧𝐝𝐞𝐫 𝐝𝐞 𝐟𝐨𝐫𝐦𝐚 𝐜𝐥𝐚𝐫𝐚:
    1. Aceita ou não a vacinação obrigatória seja de que vacina for, mas sobretudo deste tratamento genético alegadamente contra a doença da moda?
    2. Aceita ou não a obrigatoriedade da apresentação de um certificado digital, seja para que circunstâncias for?
    3. Aceita ou não a quarentena compulsiva de cidadãos que venham a ser identificados como casos positivos seja do que for, mas sobretudo da doença da moda?
    4. Vai apoiar ou não a intenção do PSD de alteração da constituição, onde se prevê o internamento compulsivo por razões sanitárias, sem ser necessário avale de um Juiz?
    5. Aceita ou não a obrigatoriedade de utilização de máscaras pelas crianças nas escolas?
    6. Aceita ou não a obrigatoriedade de utilização de máscaras pelos cidadãos quer em espaços fechados, quer abertos?
    7. Exige ou não a criação de um espaço de diálogo aberto para que médicos e outros cientistas que se assumem contra a narrativa oficial possam debater as medidas draconianas que nos vem destruindo o País e bem assim, o bem estar dos seus cidadãos? (aliás, que já fez o seu partido para promover tal discussão aberta, e livre de sanções pelas ordens profissionais?)
    8. Exige ou não que nenhum médico ou cientista que se oponha claramente a esta ditadura sanitária, não seja prejudicado na sua carreira por fazê-lo?
    9. Exige ou não que os tratamento já identificados como eficazes sejam libertados para que os médicos os possam administrar?
    10. Concorda ou não que se criminalizem os responsáveis pela imposição destas medidas que já levaram á morte de milhares de Portugueses?

  • Também irei votar
    Pela constituição da república portuguesa

  • Se eu votar em vós e não cumprirem o que prometeram, eu próprio lhes limparei o sêbo 🇵🇹💪

  • Não costumo votar, por não me rever em qualquer dos partidos que costumam concorrer às eleições legislativas e saber de antemão que o seu programa é somente demagogia e não visa, de todo, a protecção de quem mais precisa. Neste coligação acredito, pois vejo aqui espelhadas as minhas ideias relativamente à situação actual e, no fundo, ansiei por uma alternativa. Contem comigo.

  • Nestes quase 2 anos não houve um unico deputado no parlamente em nenhum partido que se tenha levantado para denunciar o que se está a passar, defender as pessoas, crianças, idosos… não merecem o meu respeito e não tinha em quem votar.

    Neste grupo que agora se forma há pessoas que tenho acompanhado e que têm estado a trabalhar e a lutar pela Liberdade, pelas crianças e muito mais.

    Têm o meu voto!

    Precisamos de travar esta ditadura que está a entrar. Vamos colocar no parlamento sementes de um mundo mais Justo e fraterno!

  • Pondero votar neste partido, gosto de ouvir o Dr João Pedro César Machado, e outros .. defendem os nossos interesses, os nossos Direitos… Temos algo em comum, a luta pela liberdade e os nossos Direitos ! Espero que tenham sucesso ! Foi pena terem surgido tão em cima das pseudo eleições, mas, mais vale tarde do que nunca ! Tem de ir buscar mais eleitorado que até aqui votava no Chega ! Se conseguirem, estão sacos, o chega para mim morreu desde que começou a defender as picas !

deixe um comentário