Incidente de saúde de Bolsonaro

Segundo notícia de 15-7-2021, da Reuters, a saúde do presidente Jair Bolsonaro está “a evoluir de forma satisfatória” depois de ter sido hospitalizado com complicações do esfaqueamento de 2018, não tendo ainda data marcada para a alta médica.

O presidente voou de Brasília para São Paulo para fazer exames e ser, eventualmente, operado de urgência para desobstrução dos intestinos, situação que lhe provocava soluços contínuos e persistentes.

Bolsonaro está a melhorar graças a tratamentos não cirúrgicos que serão continuados, podendo a cirurgia vir a ser desnecessária. Recorde-se que ele também esteve doente de Covid-19 no ano passado e curou-se rapidamente.

“O presidente @jairbolsonaro evoluiu bem, acordou de bom humor e, se continuar assim, não precisará ser operado!” escreveu no Twitter o filho Flavio Bolsonaro, senador federal.

“Agradeço a todos por seu apoio e orações”, disse Bolsonaro num poste no Facebook, no dia 14-7-2021, a que juntou uma foto sua, deitado e entubado numa cama de hospital. Ao lado dele, estava alguém que parecia ser um sacerdote, com um crucifixo ao peito.

Os adversários de Bolsonaro insinuam que ele estará a tirar partido político da situação, apresentando-se como mártir, tal como sugeriram quando foi esfaqueado durante a campanha eleitoral.

José Leite

Partilhar

Latest comments

  • Nada que não se resolva com um clister!
    Quem sabe se as ideias maradas que o caracterizaram, eram resultado dessa retenção intestinal ?

  • Pessoalmente, estava mais interessado em saber quantos operacionais de protecção civil já foram enviados para a Alemanha, ajudar na crise das cheias.
    O povo português ainda tem fama de ser solidário, a Alemanha ajudou-nos no pico do covid, espero que as tricas Costa/Merkel não nos façam perder essa “fama”!

  • Não sei se tinha ideias maradas, mas se procurar não apenas nos mídia subsidiados de certeza que fica com essa ideia, decerto uma das ideias maradas, foi ajudar no pico da crise Covid de Manaus contra a decisão do Supremo Tribunal Federal que impede que o Governo Federal possa determinar medidas no que diz respeito ao tratamento e gestão da crise Covid, só permitindo que sejam os governadores estaduais e as Prefeituras a decidir sobre essas matérias, o que já levou a muitos processos por corrupção em vários Estados, incluso roubo de verbas em proveito próprio de governadores um deles, neste momento Presidente da CPI Covid, um tal de Aziz, lulista, corrupto e ladrão. Podem acusar Bolsonaro de muita coisa, mas decerto não o podem acusar de corrupto e já agora preferia um PR assim do que um que passa a vida a passear de Falcon e a dizer o que lhe é conveniente, unha com carne com um governo onde o nepotismo e o poder é hereditário basta ver o elenco.
    Sem ofensa, mas decerto não é fácil se saber hoje em dia o que se passa no Brasil por censura das televisões, assim como o que se passa já agora, nos USA. Não leve a mal o reparo.

    • Pelo contrário J.Lopes, aprecio um contraditório bem estruturado, não sou comprometido com nenhuma das partes, procuro a verdade, não me privo de ser inconveniente se necessário, e quando me apercebo dos meus erros tento ser o 1º a assumi-lo porque assim me “dói” menos do que se for outro a expo-los.
      Há de facto duas correntes extremadas, e eventualmente a razão estará algures entre as duas (não necessariamente no centro).
      Procuro contradições entre os discursos e as imagens, que em princípio são mais difíceis de adulterar.
      – Ouvi Bolsonaro falar de “gripezinhas” (agora ele tenta negar, mas falou), e vi cemitérios a serem expandidos em grande escala! São imagens falseadas ? Não creio!
      – Ouvi Bolsonaro defender terapias Trumpianas que quase sugeriam injectar lixívia nas veias! Terapia é coisa de médico, e nenhum deles o era, pelo que deviam abster-se de meter foice em seara alheia!
      Por fim, e não menos relevante, Bolsonaro está comprometido com uma seita religiosa que já mostrou o que valia por cá, e felizmente (para nós) foi pregar mais para sul :
      [ https://observador.pt/seccao/sociedade/religiao/iurd/ ]
      Mas também por lá não está a sair-se nada bem! Já sabemos o que acontece quando se mistura religião com política (ex. Irão)!
      Com tantas seitas na praça, porque havia de haver uma tão “exuberante” e vocacionada para a política?
      – Será que Bolsonaro chegava a presidente do Brasil sem a IURD ?
      – Será correcto chamar “estado laico” ao Brasil?
      Sim, continuo a considerar o estilo “tosco”, funcionou no Brasil, pode funcionar em ilhas exóticas mas aqui nunca funcionaria (por enquanto, espero eu …)!

  • Bom Senhor Velho do Restelo, também não tomo partido por ninguém, mas sobre as imagens dos cemitérios, eram sempre as mesmas, decerto transmitidas pela Rede Globo. Não digo que não houve milhares de mortes no Brasil, como houve nos USA, na Europa. Não sei se Bolsonaro menosprezou os casos graves de Covid, mas também o vi por cá pela DGS, pela OMS. O facto é que no Brasil, quem decide como se devem usar as verbas para luta contra a Covid são os governadores de estado e as prefeituras, por decisão do Supremo Tribunal Federal que mandou soltar muitos dos corruptos condenados com provas em abundância.
    Sobre seitas, não tenho a certeza se o artigo do Observador é correcto, não me parece que seja a IURD, no entanto sei que ele falou numa outra Igreja que não a IURD. Mas seitas também há por cá, não são é religiosas, são piores e não gosto nem de umas nem de outras, essas seitas há muito tomaram conta do Estado.
    Sobre se o Brasil é um Estado laico acho que é, mas esse facto, não impede que aconteça menos corrupção e menos miséria, por aqui funcionou com muita laicidade, especialmente a parte das seitas subterrâneas como a maçonaria que é uma forma de religião, como são determinadas forças políticas que se mantém por serem clientelas do Estado, falo do actual governo e quem o apoia, outros anteriores também não foram menos corruptos, deixando o deserto que é a oposição, daí comparando com o Brasil é só uma questão de escala, porque bandidos e ladrões também os temos por cá e pelos vistos só vi 1 ser preso até agora, a prova é sermos o país mais pobre da UE. De resto, decerto estaremos de acordo, tenho visto os seus comentários. Este jornal é um local onde se podem ler opiniões que não são expressas na imprensa e nas televisões que estão subsidiadas e logo sujeitas a censura, do Observador fui assinante durante muito tempo de forma que poucas coisas vejo ou leio das “mídia”, decerto porque me faz bem à saúde. Com os meus cumprimentos e um bom fim de semana. JJ Lopes

    • Oh Lopes vc desatou para aí a comparar Pt/Brasil, eu não me atrevia a tanto! Não há nada p/ comparar, são dimensões diferentes, povos tão diferentes (excepto na língua), que é uma perda de tempo a comparação!
      – Mas voltando à vaca fria, então o que me diz da última atoarda do tosco ao sair do hospital depois de lhe terem finalmente desentupido o esgoto :
      – “Enquanto eu for presidente, só Deus me tira daqui”!
      Afinal que o pôs lá ? Foi Deus ou uma parte do povo brasileiro ? Então e agora só Deus o tira ?
      O gajo já está a colar-se à cadeira … e ainda por cima admite-o publicamente !
      Isto cheira a discurso de quem já se julga dono do lugar ! Será que ele já se considera um Fuhrer ?
      Ou será um Duce ?
      Ou quem sabe um Ayatollah da IURD ! Bom tendo em conta a situação dele, seria mais um AyaTripa,
      porque apesar do problema principal ser mesmo na cabeça, está a manifestar-se no intestino!

  • Fico-me por aqui, a sua inteligência desatou para aí a tolher a minha vontade de continuar um contraditório que decerto se iria tornar desagradável, apenas que me atrevo a continuar a comparar a Portugal com o Brasil a começar pelo Presidente da República que não está agarrado a coisa alguma a não ser o seu ego e um PM e um governo que vem de forças que são comparáveis ao dos governos Dilma e Lula. O futuro dirá sobre o Brasil e sobre Portugal, continuará a ser o mais pobre da Europa, em todos os sentidos.

    • Terei muito gosto em falar do Costa, do Celito, dos Xuxas que nos sugam, mas procuro respeitar a temática dos autores!
      Este artigo é sobre Bolsonaro, e por isso procurei cingir-me ao tema escolhido pelo autor!
      Se procurar aqui no inconveniente, há diversos artigos dedicados a essa figuras nacionais, e vai certamente encontrar lá alguns comentários meus, que poderá contestar se assim entender.
      Quanto à sua “falta de vontade” é evidentemente compreensível e sensata, mas não culpe a “minha inteligência” ou a falta dela, mas sim as suas escolhas!

  • Noutros tempos, ser de direita significava não embarcar em idealismos fúteis, pensar a longo prazo, enfim ter bom senso !
    Hoje os ditos “de direita” usam técnicas mediáticas tão maradas como os esquerdelhos, e dar o dito por não dito, ou usar o discurso cambalhota faz parte da regra!
    – Nos USA Alex Jones, usa e abusa da sua influência sobre os idiotas que se alimentam de gordura de vaca, para espalhar a confusão !
    Quando finalmente apanhado com a “boca na botija” tenta sair da encrenca com um pedido de desculpas, e se necessário até saca dum atestado médico que o dá como inimputável devido a doença do foro mental! Isso mesmo, quando a coisa fede, a loucura é a safa!
    – Bolsonaro já usa essa técnica. Num dia, anima a multidão dos idiotas seus seguidores com ameaças e insultos a quem lhe dificulta a vida, mas se necessário, no dia seguinte diz com a maior cara de pau, que foi tudo motivado pelo “entusiasmo do momento”!
    – Talvez a técnica tenha de ser ligeiramente adaptada antes de usada em Portugal. Poderá ter alguma aceitação, se na justificação usar um argumento do tipo enológico, desde que esteja em causa um bom produto nacional!

Post a Reply to Joaquim J Lopes Cancel Reply