Estatuto Editorial

O Inconveniente é um jornal digital plurimédia que serve a verdade, a vida, a dignidade da pessoa humana e a liberdade.

O Inconveniente separa a informação da opinião nas notícias, investigações, reportagens, entrevistas e outras peças jornalísticas.

O Inconveniente é um meio livre e sem coutos.

O Inconveniente advoga a proteção dos direitos, liberdades e garantias dos indivíduos e cumpre escrupulosamente a lei do Estado de direito democrático.

O Inconveniente respeita todas as crenças e filosofias.

O Inconveniente acredita que a verdade liberta as pessoas e defende a liberdade de expressão.

O Inconveniente é apartidário e independente de qualquer organização ou grupo de interesses financeiros, económicos, culturais ou sociais.

O Inconveniente dirige-se a um público intergeracional, sem distinção económica, cultural ou social, e pretende acolher leitores, comentadores, doadores e apoiantes, numa comunidade de informação e opinião.

O Inconveniente rejeita todos os totalitarismos e discriminações de pessoas com base na etnia, política, religião, filosofia e grupo social, cultural e económico.

O Inconveniente estimula o debate de opinião.

O Inconveniente procura reunir um conjunto alargado de especialistas setoriais e cronistas.

Quando o Inconveniente errar, corrigirá imediatamente a notícia logo que apure a verdade. E concederá aos visados nas notícias espaço para que possam apresentar a sua versão dos acontecimentos, reservando-se também o direito de contestar essa interpretação.

De acordo com o n.º 1 do art.º 17.º da Lei n.º 2/99, de 13 de janeiro (Lei de Imprensa), o jornal Inconveniente assume o compromisso de assegurar o respeito pelos princípios deontológicos e pela ética profissional dos jornalistas, assim como pela boa fé dos leitores.