ERC Obriga Observador a Publicar Direito de Resposta do Notícias Viriato

No início deste ano, e surfando a onda de difamações e calúnias ao jornal Notícias Viriato (NV), o Observador (OBS) publicou uma notícia copiada do Diário de Notícias (DN), escrita pela jornalista Fernanda Câncio. O NV entregou o Direito de Resposta na sede do Observador do qual não teve qualquer resposta. Por ser um Direito Constitucional, reportámos à Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC). Três meses depois da queixa, a ERC dá razão ao NV e vai obrigar o OBS a publicar.

O momento viral onde o Director do NV, António Abreu questionou o ex-assessor do Bloco de Esquerda e o Dirigente da Associação SOS Racismo, o Dr. Mamadou Ba, e o jornalista da RTP e ex-militante do Bloco de Esquerda, Paulo Martins, na Avenida da Liberdade, foi o começo de um ataque feroz por parte da corporação jornalística em vários jornais.

Primeiro, foi a Fernanda Câncio no DN, depois a “réplica” da jornalista Beatriz Ferreira no OBS, e por fim, a adaptação do jornalista Ruben Martins no Público. Qual o ponto em comum entre estas notícias? Nem uma vez contactaram o Director do NV, António Abreu, para fazer uma verificação dos factos, proporcionar o contraditório e responder às várias acusações infundadas.

Os jornalistas que acusam o NV de não praticar o jornalismo são os primeiros a não cumprir os seus preceitos básicos. No primeiro artigo do Código Deontológico do Jornalista lê-se: “Os factos devem ser comprovados, ouvindo as partes com interesses atendíveis no caso.”

No comments

leave a comment