Energia verde não aquece o planeta?

Hoje vou fazer de advogado do diabo de mim próprio. Vou imaginar que a teoria do aquecimento global é verdadeira, o que, segundo Popper, é impossível de provar. Mas vou admitir que sim, que o CO2 de origem antropogénica é responsável pelo efeito de estufa que faz aquecer o planeta. Alegadamente, o mecanismo de atuação do CO2 é impedir a saída da radiação infravermelha para o espaço. A radiação solar que atinge a Terra transforma-se em radiação infravermelha e esta é impedida de sair porque a concentração de CO2 na atmosfera é tal que impede a sua saída como se fosse um teto de vidro opaco a essa radiação.

Vou ainda admitir que é verdade que um ou dois graus a mais na temperatura média global pode ser responsável por catástrofes como tempestades, secas, inundações, extermínio de espécies animais e vegetais.

Com estas assumidas convicções, coloco-me na posição daqueles a quem compete proteger a humanidade de catástrofes, como as organizações internacionais, os tratados, os governos, as multinacionais e todos quantos podem desempenhar um papel no combate às temidas alterações climáticas.

E levanto, para já, as seguintes dúvidas:

  1. Se a radiação solar se degrada em radiação infravermelha que fica retida pelo CO2, porque insistimos em converter a radiação solar em eletricidade verde e por fim em radiação infravermelha, ou seja, calor?
  2. Porque razão insistimos em converter o vento, que resulta da energia solar, em eletricidade que depois se degrada em radiação infravermelha?
  3. Porque razão, em vez de captar a energia do Sol em geral e convertê-la em calor, não se trata é de recambiar parte dela para o espaço?
  4. Porque razão não se facilita o desenvolvimento das plantas, fazendo chegar água a zonas áridas, já que as plantas sequestram o tal CO2?
  5. Porque razão deixamos arder a floresta com libertação de CO2 quando o seu aproveitamento como combustível poderia ao menos trazer algum benefício para todos, evitar as despesas no combate a incêndios e reduzir a importação de combustíveis?

E poderíamos continuar por aí, levantando questões semelhantes que nos mostram que a lógica de combate às alterações climáticas não é senão um pretexto para sufocar a vida no planeta.

Mas assistimos, porém, a abordagens que passam pelo abandono dos combustíveis que produzem CO2 e pelo sequestro de CO2 por meios técnicos que também precisam de energia e que vão contribuir para mais CO2, pelas taxas de carbono que asfixiam as economias, mais captura de energias verdes (do sol, que é quem mais contribui para o aquecimento do planeta), e assim por diante.

Por isso, e mesmo que acreditasse na teoria do aquecimento global antropogénico, estaria em desacordo com a estratégia de combate às alterações climáticas seguida pelos governos acéfalos sob os auspícios da ONU.


Henrique Sousa
Editor de Energia e Ambiente do Inconveniente

Partilhar

Latest comments

  • O pior neste tipo de abordagem é
    são os paineis fotovoltaicos q sao, digamos assim como algo aproximado à definicao de “Corpo Negro” , ou seja absorve praticamente toda a energia que capta do sol. Neste caso os paineis solares sao muito piores q os gases de efeito de estufa pois não permitem q os raios solares regressem ao espaço, mesmo q nao haja CO2 na atmosfera. O seu cobtrario (um espelho) seria a melhor das situações…
    Rui Silva

  • Nem todos.
    Mas são subrepticiamente calados como pode ser visto numa petição encabeçada por Eduard Teller q ja tem mais de 30000 subscritores. Mas para poder subscrever tem q ter PhD na area de fisica quimica ou áreas ligadas á climatologia . Nao admite doutorados da area da Sociologia e outras “Hmanidades”.
    Pode ser visto em:
    http://Www.petitionproject.org

    Rui Silva

  • Confesso que nem sequer tenho opinião formada no assunto, e por bom senso, não costumo meter colherada onde me sinto pouco preparado!
    Mas dado que não vejo por aqui nenhum especialista atrevo-me a entrar no jogo da bacorada 🙂
    1 – Porque precisamos da electricidade (verde ou não)! É uma forma de energia versátil, fácil de transportar, alguma facilidade de armazenamento, e a geração fotoeléctrica até apresenta algumas vantagens e já foi muito mais cara! Quando se conseguir melhorar o seu rendimento e armazenagem, pode vir a ser uma solução excelente. Tudo tem o seu tempo de maturação e só os tontos acreditam que Roma e Pavia se fizeram num dia!
    2 – Porque o vento tem a vantagem de por vezes soprar também de noite, enquanto que a energia solar nunca funciona de noite (excepto lá para o lado da Noruega …). Acaba assim por funcionar como “armazém” da energia solar do dia (as coisas que um leigo pode saber …)
    3 – Porque alguns de nós precisamos dessa energia, e sobretudo o calor! Em doses razoáveis, e de preferência de forma controlada! Energia a mais dá “ressaca”! Os outros que não precisam dessa energia, podem comprar uma passagem num voo da Virgen ou da SpaceX e vão morar para a face oculta da Lua. Levam 2 garrafões de 6 L de água e 1 garrafa de cachaça e ficam
    por lá o tempo que quiserem que não vou sentir a falta deles!
    Os painéis solares até funcionam como espelho (infelizmente) devolvendo alguma energia para a atmosfera, mas isso não resolve o problema se o CO2 fizer aquilo que o Sr. assumiu!
    É possível que que os físicos não consigam dar atenção a todos os detalhes do problema, mas do lado dos “humanistas” o problema parece ser mais do tipo ignorância do que distracção, e o pior é que são desocupados …
    4- Parece que a água é cada vez mais um recurso escasso, com muitas dificuldades de transporte (muito pior que a electricidade, pois tem peso e não é filha de cabra). Ainda por cima tem a mania de se evaporar, e para piorar precisa da tal electricidade para a “empurrar” dos sítios onde ainda existe para onde é precisa! Coisas de engenheiros que os “sócio-humanóides” nunca entenderão!
    5- Eu perguntaria porque é que deixamos andar por aí à solta criaturas inúteis que se dedicam a incendiar floresta que demorou anos a desenvolver-se só pelo espectáculo do fogo, ou para baixar o preço da madeira! Eu acho que sei : para os psi’s terem o seu ganha pão a tentarem “ressocializá-los”!
    @Rui Silva, depois de ler o que li acima, até compreendo a decisão óbvia de manter os “sócio-humanóides” de fora da conversa 🙂
    Afinal não devem andar assim tão distraídos, e ainda fazem algum estudo na área do comportamento humano, mas acima de tudo sabem tomar as decisões adequadas!
    Uma recomendação : porque não se dedicam a investigar a razão do elevado nível de desemprego, precariedade e sub-emprego nas Humanidades?

  • A quantidade de calor gerada pela combustão de petróleo (combustíveis fósseis) :

    Só para dar uma “luz” no assunto com dados pegados de passagem na internet :

    A produção mundial de petroleo em 2017 era de 92,6milhões de barris por dia.

    Um barril de petróleo por combustão gera 6,4 x 10E9 Joules (Unidade de Trabalho)

    Se toda a produção diária de petróleo for queimada ela gera = 592,64 x 10E15 Joules por dia.

    O Sol despeja na terra 173 x 10E15 Joules/segundo.

    Então a terra recebe do sol em 3,5 segundos o equivalente a toda energia gerada pela queima de toda a produção diária de petróleo.

    A influencia no aquecimento global pela queima de toda a produção mundial de petróleo corresponde a 3,5 segundos de insolação na superfície da terra.

      • O homem é que é culpado, o homem é que é culpado… …
        Tou farto, próxima quero vir como mulher!!

    • Pois… 🙁
      E agora, vamos discutir o quê?…
      Como é que agora vamos extorquir… a… convencer o pessoal para dar aos, encantadores, Mugabes (R. Mugabe foi o 1º a receber do “Green Climate Fund”), espalhados por este planeta. Com tanto dinheiro a rolar (em 2016 eram necessários +/- 450 mil milhões) há sempre algum que cai para a sarjeta, sem que se veja. Sempre eram umas gorjas para os varredores de rua que recebem o mínimo nacional.
      .
      Touché

Post a Reply to eduardo h dias Cancel Reply