Energia limpa está a limpar a Amazónia

Segundo notícia da BBC de 27-3-2021, a procura de energia limpa ameaça uma das regiões mais ricas e férteis da Amazónia.

As pás dos aerogeradores atuais têm mais de 50 metros de comprimento, podendo atingir os 80 metros para aplicações fora de costa (off-shore) como no Vestas V164, muito maiores que as asas dos maiores aviões do mundo.

O transporte, montagem e operação destas pás só é possível porque, apesar do seu tamanho, têm um peso relativamente pequeno já que os materiais utilizados são leves mas resistentes. Um desses materiais é a madeira de balsa, uma madeira muito leve, que rivaliza com as espumas de polímeros no enchimento de partes das pás.

A procura da madeira de balsa, conhecida como pau-de-balsa na Amazónia onde existe em grande quantidade, deu origem à chamada febre do pau-de-balsa: “A demanda disparou porque investidores chineses, incentivados por um subsídio estatal, chegaram com muito dinheiro em busca de toneladas dessa madeira, usada na fabricação de pás para geradores eólicos.”

Partilhar

Sem comentários

deixe um comentário