Elon Musk processado por “esquema de pirâmide” com dogecoin

Numa queixa apresentada ao tribunal federal de Manhattan (USA), o investidor Keith Johnson acusou o dono da Tesla de extorsão por “apagar” a criptomoeda dogecoin ao aumentar o seu preço apenas para depois a deixar cair – lê-se em notícia de 16-6-2022 da agência Reuters.

Da notícia consta que a denúncia invoca comentários de Warren Buffet e Bill Gates e faz, entre outras, as seguintes alegações:

“Os réus estavam cientes desde 2019 que a dogecoin não tinha ainda valor promovido para lucrarem com a sua transação”.

“Musk usou o seu pedestal como o homem mais rico do mundo para operar e manipular um esquema em pirâmide de dogecoin para lucro, exposição e diversão.”

O queixoso, Keith Johnson, pretende recuperar 86 mil milhões de USD de alegados danos causados pelo alegado esquema em pirâmide de Elon Musk.

Partilhar

Sem comentários

deixe um comentário