Carlos Magno na procuradoria europeia

*Imagem adaptada de Leemage/Corbis via Getty Images

Carlos Alexandre candidatou-se ao lugar de procurador europeu, noticiou a agência Lusa, de 19-5-2023. O heroico juiz, sobrevivente de todas as perseguições e campanhas rosa-choque de ameaça, devassa e difamação, cumpriu duas décadas à frente do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) e foi agora promovido a desembargador, depois de desmantelada esta super-estrutura de combate à corrupção no País.

Atendendo ao processo rocambolesco de intromissão do Governo socialista na escolha do procurador José Guerra, irmão de Carlos Guerra (próximo de José Sócrates e referido no processo Freeport), em detrimento da procuradora escolhida no concurso europeu, Ana Carla Almeida, espera-se a neutralidade do executivo de António Costa neste concurso e seleção.

Certamente, será escolhido o candidato com o melhor currículo…

Partilhar

Latest comments

  • Alguém acredita que os “réus” sejam imparciais na escolha dos juízes?

    • lol
      *****

  • Quanto ao senhor Carlos Alexandre “Magno” (lol) tenho-o como uma pessoa idónea.
    Quanto às instituições europeias, já não posso dizer o mesmo. O vídeo abaixo dá uma ideia…
    The State is an Institution of Theft – Godfrey Bloom
    https://www.youtube.com/watch?v=1sAkIW4guwg

deixe um comentário