Hoje em dia para ser e existir, à maneira Descartiana, não é suficiente pensar. Para demonstrar que somos Humanos, sem deixar dúvidas, é necessário confirmar primeiro que não somos "um robô", e depois, para poder navegar na vida (vingar, na antiga linguagem analógica) é preciso

Há muitas coisas que dão sensações de segurança, mas que talvez não sejam noticiadas por simples impossibilidade material: não caberiam nos jornais. Uma delas é o incomensurável tamanho do descrédito desta rede criminosa, incluindo jornais que reportam matérias como veículos de propaganda das autoridades, sem