Os consumidores de 'cannabis' vão 22% mais vezes às urgências hospitalares ou são internados em hospitais do que os não consumidores ou ex-utilizadores, de acordo com um estudo científico retrospetivo que abrangeu 35.114 indivíduos dos 12 aos 65, residentes na província canadiana de Ontario, de 1-1-2009 a 31-12-2015.